Linho: um tecido sofisticado na medida certa

16/03/2021 / Moda / Loja Prim

O linho é um dos materiais mais atemporais existentes e que conferem looks extremamente versáteis e elegantes na medida certa.

Nós da Prim! somos apaixonadas pelo linho, e justamente por isso, apostamos em algumas peças deste material em nossas coleções. O tecido é extremamente rico, não apenas pela sua nobreza na composição, mas também pela sua história e nuances na produção, cuidados etc. 

Por isso, hoje vamos nos aprofundar em sua origem e trajetória, em algumas de nossas peças feitas de linho, cuidados e muito mais. Vem ver!

A origem do Linho

Começando pela sua história, o linho é conhecido como o tecido mais antigo do mundo. Em 2009, arqueólogos desenterraram o tecido em uma caverna pré-histórica da Geórgia. E ele fez parte da cultura de diversos povos importantes na história da humanidade, como egípcios (em que ele era utilizado na mumificação dos faraós) e gregos. Já na Idade Média, a fibra do linho era transformada em muitos produtos, além das roupas, como: sacos, lençóis, velas, redes de pesca e cordas de tipos variados. 

Durante muito tempo, seu uso era considerado nobre e simbolizava o poder e a riqueza. Antigas crenças diziam que o material trazia luz, espantava energias ruins e era chamado de “tecido do luar”. Além disso, o linho também já foi até usado como moeda de troca nas antigas civilizações. 

Como o linho é produzido? 

Durante muito tempo, o tecido foi confeccionado de forma artesanal, e para as mais curiosas, vamos falar como era feita essa produção. 

O processo começa com o plantio da planta linum usitatissimum

Crédito: Gardenia.net

Então ela é coletada, passa pelo processo de secagem para transformar a planta em palha, ripagem para separar o caule da semente e então o fio é produzido, sendo processado nas seguintes etapas: extração das “filaças”, maceração (para decompor a cola vegetal), secagem novamente, espadelagem (separar os fios), assedagem e fabricação do tecido.

Linho puro x Linho misto

Por ser um tecido muito antigo, o material já passou por diversas transformações, tanto na sua utilização, no estilo das roupas e claro, na fabricação. Atualmente não é incomum encontrar peças em que o tecido foi misturado com algodão, poliéster, viscose e etc.

Uma das vantagens dessa mistura é o preço. O linho puro, por ter uma fabricação mais complexa, se transforma em uma peça mais cara, mas ao ser misturado com outros tecidos, o valor abaixa, sendo então mais acessível.

Entretanto, apesar do preço, o linho puro é mais durável que o misto, e cerca de 27% mais durável que o algodão.  

Além disso, por ser um material totalmente vegetal, ele é mais fresco, permitindo que o corpo respire e até evitando a proliferação de fungos e bactérias. 

Sobre o caimento, para quem curte um look mais estruturado, pode apostar no linho puro sem medo. Já para quem busca um caimento mais fluido, o linho misto é uma ótima opção.

Linho e sustentabilidade

Para quem prioriza comprar com consciência ambiental, o linho é um grande amigo da natureza. O tecido é biodegradável o que faz com que sua incorporação seja feita de forma mais rápida do que o poliéster, por exemplo, que demora 400 anos para se decompor. 

Além disso, o seu plantio também é eco friendly: a sua plantação é 7 vezes mais sustentável que o algodão por não necessitar de tantos cuidados, não impactar o solo agressivamente. É possível aproveitar todas as partes da planta: o caule e a raiz viram o tecido, a semente é linhaça, já as folhas, flores e cascas viram um óleo ou tintura. 

Como cuidar das peças de linho?

Por ser um tecido nobre, é importante que ele seja bem cuidado, principalmente para que haja o máximo aproveitamento. 

Em sua lavagem, é essencial que ele seja lavado à mão ou na máquina utilizando a função de tecidos delicados. Uma boa opção é ler a etiqueta de cada peça e verificar o que a loja indica na lavagem de seu produto. 

Busque sempre separar as peças por cores, e não utilize água muito quente para as peças coloridas e pretas (sendo o máximo de 30ºC), sendo que as escuras devem passar pelo processo ao avesso. Se a temperatura utilizada for maior que isso, pode encolher a peça. Já as brancas podem ser lavadas até 60ºC. 

Ah lembre-se de não utilizar centrifugações elevadas. 

Na fase da secagem, a máquina de lavar não é recomendada pois pode danificar as fibras do tecido. O ideal é que a peça seja pendurada em um cabide para evitar mais vincos. 

Por fim, caso precise passar a peça, busque fazer a vapor, ao avesso e ainda um pouco úmida.  

Nossas peças em linho

Como dissemos, nós da Prim!, somos apaixonadas por linho, e claro, investimos no tecido para quem também é fã. Segue abaixo algumas das nossas peças da linha Ilana nesse material maravilhoso! 

Apostamos no linho misto para trazer leveza, e caimento mais fluido, que super combina com todas as nossas peças e estilo! Vem ver!

Vestido Ilana:

Blusa Ilana:

Saia Ilana:

Leia também

Desenvolvido com 💚 pela outlab.